Entrevista: Almerinda Maria

img_0650-001

A 4º edição do Pollo Fashion Week começa hoje, e o desfile de Almerinda Maria é um dos mais aguardados do evento. E nós estivemos no atelier da marca para um bate-papo com a criadora dessas peças incríveis. Confira:

Estilo em Pauta – Como surgiu a sua paixão pela moda ?

Almerinda Maria – Começou em um período que fui muito vaidosa, e de repente eu me deparei com a vaidade ao extremo e comecei a ver pelo fato de ser bem relacionada em Fortaleza, que havia uma necessidade de trazer essa vaidade e distribuir para as pessoas que estavam no meu meio, e foi isso que eu fiz.

EP – Quais são os maiores desafios de trabalhar com renda?

AM- É você transformar o artesanato em um produto de luxo, e essa é a minha intenção. É sempre transformar o básico no chic.

EP –Além do seu enorme talento, o que você acha que foi determinante para alcançar o sucesso?

AM – Quando eu comecei conforme a Leda Maria falou, eu iniciei pela Fenit para pesquisar o que o mercado estava precisando e descobri que precisava de uma roupa diferente. E foi aí que nasceu a necessidade de cada dia desenvolver um trabalho bem mais luxuoso e diferenciado, porque eu acho que o Brasil copia tudo. As pessoas trabalham muito em função da mesmice, mudam só cor e às vezes, até a estampa é a mesma. E eu trabalho sempre preocupada em ter um diferencial e ver a cliente vestir o que ela não vai encontrar em outros lugares. Quando eu fui porque era terceiro lugar de moda no Brasil, e me decepcionei. Não vi nada que me chamou à atenção. Eu entrei no mundo muito diferente, o que torna difícil achar as outros coisas belas.

EP – Como se inspira para fazer roupas tão lindas? Como é seu processo criativo?

AM – Eu nunca começo já partindo para o corte, primeiro eu analiso o modelo, ponho as rendas para conversarem uma com a outra e aí, vou criando. E antes de liberar, eu analiso como se fosse pra eu usar, e aí vejo se precisa ainda de alguma coisa a ser acrescentada, para ela se tornar o que verdadeiramente ela é.

EP – Quem é a mulher que veste Almerinda?

AM – É uma mulher de bom gosto, que sabe verdadeiramente o que ela quer. Às vezes,  elas dizem assim: ” Aí, Almerinda a senhora é igual uma psicóloga”. Porque eu nunca mostro para cliente, na hora que ela entra o que eu gosto. Eu analiso o gosto dela, para mostrar a peça direcionada ao estilo dela. Isso é muito importante, você tem que primeiro conhecer a cliente, para poder sentir o que ela tá procurando. Ela tem vestir o que se sente bem, porque daí ela vai saber mostrar a peça. É importante se vestir como sonhou, porque daí você sabe apresentar verdadeiramente o que tá usando. Minha preocupação não é só vender, é que a cliente se sinta bem com o que tá usando. E quando ela encontra o modelo, a cor que queria, ela esquece do preço.

EP – E por falar em cores, suas rendas são tingidas no seu atelier?

AM – Não, eu não tenho tingimento interno. Uma lavanderia especializada em tingimento perto do Eusébio é quem faz todo esse trabalho para mim. Porque,  não dá para brincar de renascença atualmente.

EP – O que lhe traz tanta satisfação no trabalho?

AM – É ver uma cliente feliz! Eu me entristeço quando percebo que ela precisava de algo mais, não só na roupa. Porque às vezes, ela já chega com um problema e quer esconder esse problema de qualquer maneira. Então, eu entendo isso muito bem, daí procuro trabalhar em cima disso. Porque se você sabe apresentar a roupa, você consegue dar a satisfação que ela não estar tendo no momento. Se a cliente não estar bem, temos que trabalhar a autoestima para que possa retomar a sua alegria.

EP – Quais seus planos para o futuro?

AM- A pedido das clientes de varejo, eu deveria ter uma loja em SP há muito tempo, porque eu trabalho lá há 25 anos. E nesses 25 anos, eu consegui conquistar esse mercado. Então, por conta de trabalhar com as lojas de luxo, as varejistas me descobriram. E hoje, eu tenho um mercado muito bom em SP. Eu inaugurei a loja em 28 de janeiro, mas com o aumento da procura de roupa sob medida, nós já estamos nos mudando para uma casa no Itaim, que será transformada em uma maison para atender a essa demanda.

img_0656-001

Salvar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s