Teatro: Montagem teatral “Irmãos de Sangue” aborda delicada relação entre irmãos

image004

A CAIXA Cultural Fortaleza apresenta, de 27 a 29 de janeiro de 2017, o espetáculo teatral Irmãos de Sangue, da Cia Dos à Deux. Com dramaturgia, direção, coreografia e cenário de André Curti e Artur Ribeiro, a peça é realizada no âmbito dos 15 anos de trabalho do grupo e foi saudada com entusiasmo no Festival de Avignon 2013.

Em Irmãos de Sangue, André e Artur unem-se aos atores Raquel Iantas e Daniel Leuback para contar a história de uma mãe e seus três filhos. A narrativa ampara-se numa atmosfera onírica, fazendo os personagens atravessarem o tempo em passagens de várias épocas. Em cena, laços fraternos e memória são expostos através de uma apresentação de gestos que primam pela excelência, ora em mímicas, ora em técnicas circenses, e até na utilização de bonecos e marionetes ao redor de uma imensa gangorra. Conjugado à luz assinada por Bertrand Perez e Artur Ribeiro e à direção musical de Fernando Mota, a montagem captura o espectador do início ao fim.

O espetáculo retoma o tema da família presente nos dois espetáculos precedentes, Saudade em Terras d’Àgua, prêmio do público no festival de Avignon de 2005, e Fragmentos do Desejo, prêmio Shell 2010 na categoria especial. “O universo de Irmãos de Sangue é construído em torno da memória, a partir de objetos que solicitam essa memória, como experiência comum”, conta André Curti. Ele diz, ainda, que todas as memórias e lembranças dessa família fazem emergir os conflitos enterrados. “A história é feita de idas e vindas, de alternâncias entre o passado e o presente”, enfatiza o ator.

A última experiência de André e Artur aqui no Brasil foi dirigir o ator Luís Melo no solo Ausência, que fez temporada na CAIXA Cultural Fortaleza, em novembro de 2015. O trabalho foi resultado de um processo de seis meses de trabalho inteiramente concebido e ensaiado no espaço da companhia no Rio. “Estamos instalados na cidade e fortalecendo nossa presença cada vez mais na cena brasileira,” pontua Artur Ribeiro.

Em 15 anos de trabalho, a Cia Dos à Deux alicerça no teatro gestual a arquitetura dos nove espetáculos de seu premiado repertório. Assinando uma dramaturgia em que a palavra é substituída pelo corpo em movimento, ao longo deste tempo André Curti, Artur Ribeiro e grande elenco levaram suas montagens para toda a Europa, África Central, Ásia, Polínésia Francesa (Taiti), América do Sul, em mais de 1500 apresentações por 50 países.

Sobre a Cia Dos à Deux: Rara companhia brasileira a estabelecer-se na Europa, mantendo repertório e continuidade em sua linha de pesquisa, a Cia. Dos à Deux, dos atores Artur Ribeiro e André Curti, formou-se na França e hoje mantém trânsito entre Paris e Rio de Janeiro, onde criou uma sede também voltada à pesquisa e formação de profissionais no bairro da Glória. A companhia surgiu em 1998 com o espetáculo que lhe dá nome: Dos à Deux, peça inspirada no texto Esperando Godot, de Samuel Beckett. Com esta peça, realizaram centenas de apresentações em quase todos os países da Europa, além da África e Índia.

O repertório da Cia Dos à Deux, além de Aux Pieds de la lettre, é formado por Saudade em terras d’água, Fragmentos do desejo, Ausência (solo com o ator Luís Melo), Dos à Deux 2o ato e Irmãos de Sangue. Estes espetáculos foram programados no ano de 2012/2013 por 17 teatros parisienses.

André Curti é paulista, formado em teatro e dança no Jogo Estúdio, em São Paulo. Na França desde 1993, trabalhou na companhia LeG.R.A.L. De 1992 a 1998 esteve na Cia. de Dança-Teatro À Fleur de Peau, da brasileira Denise Namura.

Artur Ribeiro é formado em teatro pela UniRio e em dança pela Escola Angel Vianna, tendo trabalhado no Brasil com diretores como Márcio Vianna. Vivendo em Paris desde 1994, diplomou-se pela Escola de Mímica Corporal Dramática de Paris e naUniversidade NouvelleSorbonne-Paris III, trabalhou sob a direção de Catherine Dubois, Mercedes Chanquia, Josef Nadj.

Ficha Técnica:

Dramaturgia, cenário, coreografia e direção: André Curti e Artur Ribeiro Interpretação: Raquel Iantas, Daniel Leuback André Curti e Artur Ribeiro Música original Fernando Mota | Violino: Fran Lasuen Figurinos e marionetes: Natacha Belova Acessórios, peruca e objetos: Maria Adélia e Marta Rossi com assistência de Morgan Olivier e Camila Moraes Construção do cenário e contra-regra: Demis Boussu Iluminação: Bertrand Perez e Artur Ribeiro Teaser -Vídeo: Jean Luc Daniel Produção executiva: Augusto Oliveira Direção de produção – França : Nathalie Redant Direção de produção – Brasil: Sérgio Saboya

Serviço:
Teatro: Irmãos de Sangue
Local: CAIXA Cultural Fortaleza
Endereço: Av. Pessoa Anta, 287, Praia de Iracema
Data: 27 a 29 de janeiro de 2017
Horários: sexta, às 20h | sábado, às 18h e 20h | domingo, às 19h
Duração: 90 minutos
Classificação indicativa: 16 anos
Ingressos:  R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia)
Vendas a partir do dia 26/01 , das 10h às 20h, na bilheteria do local
Acesso para pessoas com deficiência e assentos especiais
Serviço de manobrista gratuito no local
Informações gerais | Bilheteria da CAIXA Cultural Fortaleza: (85) 3453-2770

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s