Arte: Estreia da exposição “Dhamma”, de Narcélio Grud, abrirá a 5ª edição do Concreto – Festival Internacional de Arte Urbana

caminhos-crc3a9dito_-jooc3a3o-luiz-e1542114201177.jpg

A exposição Dhamma, o mais novo projeto do artista Narcélio Grud abrirá na noite de 16 de novembro, a 5ª edição do Festival Concreto – Festival Internacional de Arte Urbana. Fruto de uma longa pesquisa sobre esculturas sonoras, a instalação de murais cinéticos reúne trabalhos inéditos do ativista. O evento acontecerá no equipamento histórico Espaço Cultural Casa do Barão de Camocim às 19h, onde segue em cartaz até o dia 16 de janeiro de 2019.  Durante os dois meses de exibição, haverá visitas guiadas com o próprio Narcélio, com a primeira marcada para o dia 23 de novembro, às 19h.

São 30 estruturas sonoras totalmente interativas que rompem com a condição estática das esculturas, apresentando obras móveis que não apenas traduz ou representa a mobilidade, mas está em movimento. E que tem no expectador parte fundamental, uma vez que os efeitos ópticos e sonoros são experimentados através do movimento gerado pelos visitantes. A exposição sensorial promete ao público uma experiência imersiva única, desfrutando de diferentes estilos, técnicas e conhecendo um pouco sobre o Dhamma, conceito milenar que trata do caminho para a libertação.

A terceira exposição solo de Narcélio Grud tem a curadoria de Dodora Guimarães, curadora e presidente do Instituto Sérvulo Esmeraldo e do paulistano Baixo Ribeiro, arquiteto, curador, ativista urbano e um dos fundadores da galeria Choque Cultural em São Paulo, um espaço que propõe novas possibilidades de relação com a arte e conta em seu casting com a participação de Narcélio. A mostra traz luz ao símbolo do Dhamma, a roda. Referência presente em todas as esculturas de Grud, o movimento circular é gerador de dinâmica e dá vida às obras.

Apaixonado pela cinética, o artista reproduz, em seus trabalhos, uma clara relação com o movimento, buscando sempre por novas formas de diálogo com o público. Para essa exposição, Narcélio Grud criou objetos animados com materiais como aço, ferro, madeira, acrílico e outros. Para alguns desses materiais escolhidos, foi considerado a resistência das esculturas, com o intuito de colocá-las nas ruas da cidade e nas possibilidades de construção estética e sonora que cada matéria-prima oferece. “O mural cinético é um projeto que busca amplificar a parede, trabalhando outras dimensões, mesclando sons e imagens”, enfatiza Narcélio.

Confirmando o dinamismo de suas mais novas criações, Narcélio Grud conta que os trabalhos produzidos para a mostra são resultados de colaboração com outros artistas que possibilitaram o desenvolvimento de algumas obras expostas.

Em paralelo à exposição, acontece a  5ª edição do Festival Concreto – Festival Internacional de Arte Urbana, que vai de 16 a 24 de novembro. A programação segue celebrando os 6 anos do evento e trazendo ainda mais novidades. Além das tradicionais pinturas, instalações e intervenções, outras linguagens artísticas foram convidadas – novos(as) personagens que chegam nesse fluxo para encontrar arte urbana não só com tinta, com papel e com cimento, mas também com música, com ilustrações, com muros e com outras tantas possibilidades.

SOBRE NARCÉLIO GRUD

Sua primeira exposição solo ocorreu em 2009 no Cineteatro São Luiz e a segunda em 2011, no Sobrado José Lourenço. Narcélio Grud é artista, designer e produtor. Residente no Brasil, iniciou com arte urbana, pichando os muros no início dos anos 90. Seus trabalhos têm uma relação com o movimento. Seja resultado de interações com o ambiente ou da interatividade com o público, através de intervenções, instalações, esculturas sonoras, que tem como foco uma produção artística integrada ao meio público. Grud é um artista-inventor que cria objetos, ferramentas, pinturas, vídeos, e tudo mais que possa surgir no seu universo artístico, além de produzir o Festival Concreto, Festival Internacional de Arte Urbana, um dos maiores do Brasil.

A exposição Dhamma foi selecionada no X Edital Ceará de Incentivo às Artes de 2015  e tem apoio institucional do Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria da Cultura do Estado, SECULT-CE (Lei Estadual Nº 13.811 de 16 de agosto de 2006), da Prefeitura Municipal de Fortaleza, através da Secretaria Municipal de Cultura de Fortaleza, SECULTFOR e do Instituto Iracema.

Serviço:

Exposição Dhamma de Narcélio Grud

Lançamento em 16 de novembro, sábado, às 19h

Espaço Cultural Casa Barão de Camocim

Rua General Sampaio, no 1632 – Centro

Acesso gratuito

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s