Cultura: Dragão do Mar realiza pocket show gratuito para receber lançamento de biografia de Belchior

Belchior apenas um rapaz_alta (2)

Após bate-papo com o autor do livro, artistas como Rodger Rogério, Lorena Nunes, Nayra Costa e Lúcia Menezes interpretam sucessos do artista, acompanhados pela Orquestra Popular do Nordeste.

     No próximo dia 05 de outubro, o Teatro Dragão do Mar será palco para o lançamento da biografia “Belchior – Apenas um Rapaz Latino-Americano” em Fortaleza, do jornalista e crítico musical Jotabê Medeiros. A partir das 19h, o urbanista, letrista e cantor Fausto Nilo, que foi amigo e parceiro de Belchior, media um bate-papo com o autor, seguido de dramatização/leitura poética de Ricardo Guilherme e pocket show em homenagem ao artista sobralense. O acesso é gratuito, sujeito a lotação do teatro.

No show, a Orquestra Popular do Nordeste (OPN), que este ano participa do Laboratório de Música do Porto Iracema das Artes, escola de artes gerida pelo Instituto Dragão do Mar, acompanha as interpretações de clássicos de Belchior pelos artistas cearenses Rodger Rogério, Lorena Nunes, Nayra Costa, Fausto Nilo e Lúcia Menezes. No repertório estão as cancões “Como Nossos Pais”, “Velha Roupa Colorida”,  “Paralelas” e “Palo Seco”. O show contará com a direção artística do instrumentista e compositor Pedro Madeira.

Após as apresentações musicais, o escritor Jotabê estará disponível para autografar os exemplares, disponíveis à venda no hall do Teatro, ao valor de R$ 49,90. Serão aceitos cartões de débito e crédito no local.

Serviço: Lançamento do livro “Belchior – Apenas um Rapaz Latino-Americano” e show de homenagem ao artista
Data: 05 de outubro
Horário: 19h
Local: Teatro do Dragão do Mar
Acesso gratuito e sujeito a lotação do espaço

Show: RIO MAIS BRASIL, O NOSSO MUSICAL’ chega a Fortaleza

Riomais_LeoAversa-235

‘RIO MAIS BRASIL, O NOSSO MUSICAL’ chega a Fortaleza O espetáculo fica em cartaz  de 06 a 08/10, no Teatro do Shopping  Rio Mar Fortaleza

Com circulação por todo o Brasil, chega a Fortaleza, neste final de semana, o espetáculo “Rio mais Brasil, o nosso musical”. O musical fica em cartaz dias 06 (21h), 07 (21h) e 08/10 (19h), no teatro do Shopping Rio Mar Fortaleza. As vendas de ingressos já foram iniciadas através do site Ingresso Rápido e bilheteria do teatro. Os valores são:  Plateia Alta (R$ 50,00 – inteira e R$ 25,00 – meia), Plateia Baixa B (R$ 100,00 – inteira e R$ 50,00 – meia) e Plateia Baixa A (R$ 150,00 – inteira e R$ 75,00 – meia).

Dirigido por Ulisses Cruz e com texto de Renata Mizrahi, a montagem retrata a batalha da produção cultural no Brasil. No elenco, renomados atores como Cris Vianna, Leonardo Vieira, Cláudio Lins, Danilo de Moura e Danilo Mesquita, além de outros 17 atores, cantores, multi-instrumentistas, apresentam composições inéditas e clássicos da história musical do País. O elenco conduz o público a um passeio por cada região do País.

O país de Villa-Lobos, Ary Barroso, Caetano Veloso, Rita Lee, Almir Sater, Tom Zé, Gilberto Gil. Mas também da mulher que carrega a lata d´água na cabeça, do menino que faz samba ou funk no morro ou no asfalto, do índio que dança em sua aldeia, do sertanejo que produz poesia à espera da chuva, da cabocla de jeito mestiço, do guri tri legal. Idealizado por Gustavo Nunes, com direção de Ulysses Cruz e autoria de Renata Mizrahi, ‘Rio mais Brasil, o nosso musical’ mostra um país cheio de musicalidade e contrastes. O povo brasileiro é o protagonista, com sua pluralidade, sua complexidade, seu sincretismo, livre de estereótipos. Uma gente que enverga, mas não quebra. A produção é assinada pela mesma produtora de “Cássia Eller, o musical”,  a Turbilhão de ideias Entretenimento.

‘Rio mais Brasil, o nosso musical’ se passa nos bastidores da realização de um longa-metragem, livremente inspirado na obra ‘O Povo Brasileiro’, de Darcy Ribeiro. O produtor Martin recebe uma verba para criar uma superprodução, mostrando um Brasil jamais visto antes no cinema. Após muito procurar, ele vê suas ideias traduzidas pela cineasta Cris, que propõe mostrar a essência do povo brasileiro através do livro do Darcy Ribeiro, O Povo Brasileiro. E a escolha do elenco deve refletir essa proposta, com pessoas de todo o país, que mostrarão um pouco de suas vivências, ajudando a entender o Brasil através da sua gente. À medida que as filmagens avançam, os valores vão sendo reduzidos, até que o investimento na produção é completamente cancelado. Como seguir adiante? O que pode ser feito? Um novo fato reacende as esperanças e possibilita a continuação das filmagens.

Desde o início do processo, o idealizador do projeto, Gustavo Nunes, e o diretor Ulysses Cruz tinham uma certeza: queriam fugir do óbvio, evitar uma abordagem estereotipada. “Recusamos tudo que fosse clichê”, pontua o diretor. “Queremos um lugar mais real, de pessoas potentes, não os mesmos cartões postais, nem as mesmas frases feitas”, afirma a autora Renata Mizrahi. “Eu não quero retratar a Zona Sul do Rio, da forma como sempre é mostrada, quero também a arquibancada número 1 da Sapucaí. Aquelas pessoas que estão ali têm histórias maravilhosas para contar. Uma das primeiras visões que tive do Rio foi o baile charme de Madureira. Aquele é o Rio que me interessa, o Rio real”, acrescenta Ulysses.

Realidade e ficção dialogam em cena. Não apenas porque o espetáculo retrata uma rotina tão comum à cultura brasileira, mas porque foi livremente inspirado em um fato acontecido na própria produção do musical, que seria montado em 2016, porém teve o cancelamento de um patrocínio quando estava iniciando os ensaios, já com  todo o elenco escolhido. O produtor e idealizador Gustavo Nunes não desistiu e artistas como Ulysses Cruz e Cris Vianna seguiram à disposição do projeto, que pôde agora ser viabilizado com apresentação do Ourocap, em uma realização da Turbilhão de Ideias Entretenimento.

É a arte mais uma vez driblando os obstáculos e fazendo brotar a criação de onde antes havia apenas incerteza. “Essa primeira tentativa frustrada se transformou em história na peça. E o Martin é uma homenagem ao Gustavo, que nunca desistiu de fazer esse espetáculo nascer”, exalta Ulysses.

“O Ulysses foi a primeira pessoa que convidei para integrar o projeto. A ousadia que ele apresenta em suas encenações seria fundamental para poder realizar um projeto como este”, afirma Gustavo, que complementa: “sentia falta de ver nos palcos um espetáculo que refletisse o Brasil de hoje. Ainda consumimos tantas histórias que não têm absolutamente nada a ver com a nossa realidade. Nossa cultura e nossas questões precisam tomar maior proporção, ainda mais num momento como o que estamos vivendo”.

Assim como no filme retratado no espetáculo, a escolha do elenco traduz a diversidade brasileira: foram mais de 500 candidatos de todo o país e a lista inclui nomes do Amazonas, Mato Grosso, Bahia, São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro. Anna Bello, André Muato, Bárbara Sut, Camila Matoso, Clayson Charles, Edmundo Vitor, Janaína Moreno, Kesia Estácio, Leandro Melo, Luciana Balby, Nando Motta, Marcel Octavio, Paulo Ney, Priscilla Azevedo e Teka Balluthy foram escolhidos pela banca formada por Ulysses Cruz, os diretores musicais Carlos Bauzys e Daniel Rocha, o diretor assistente, Thiago de Los Reyes, a produtora de elenco, Vanessa Veiga, e Gustavo Nunes. O elenco se complementa ainda com o multi-instrumentista Fernando Thomaz, que também atua nesta encenação.

Carlos Bauzys não esconde a satisfação com os atores escolhidos: “foi uma das seleções mais difíceis que já fiz, fiquei entusiasmado com o alto nível dos multi-artistas”, celebra. “Queríamos um elenco que espelhasse o Brasil, mas um elenco real, não pessoas que parecessem, mas que fossem. Nossa vontade é realmente colocar em cena o povo brasileiro”, explica Ulysses.

Renata conta que recebeu o pedido do texto com a ideia de trabalhar em cima do Rio e do Brasil, mas sem um argumento definido. “Tive várias conversas com o Ulysses e o Gustavo. Bati muita bola com eles e, aos poucos, fomos construindo essa história. A gente troca ideia, debate muito. E agora temos também os atores, que chegaram, cada um com uma bagagem e histórias que só nos enriquecem. Esse trabalho é a arte de ouvir, filtrar e escrever”, explica Renata.“O texto foi sendo finalizado com a minha ida aos ensaios. Os atores nos trouxeram informações, vivências, além de demandas naturais da encenação”, complementa Ulysses.

Participação popular e trilha musical

O espetáculo inovou ainda ao possibilitar a participação do público na criação do roteiro final. As pessoas puderam enviar histórias verídicas e letras inéditas de músicas, através do site http://riomaisbrasil.com.br/. Uma dessas histórias e uma canção inédita foram selecionadas e incorporadas ao enredo final, que tem uma linha narrativa não-cronológica e não-linear.  Em dado momento, podem ser mostrados, simultaneamente, o teste dos candidatos junto às cenas de suas vidas reais; cenas dos investidores podem se alternar com as filmagens ou com cenas dos bastidores. “Primeiro, eles entram como atores e vão virando personagens. Nas cenas dos testes, são os próprios atores, com um pouco de suas experiências” explica Ulysses.

A trilha é um dos pontos altos do musical: congrega letras originais de Renata Mizrahi, com uma releitura de músicas consagradas e também canções representativas das 05 regiões brasileiras. O espetáculo reúne canções inéditas, além de composições de Milton Nascimento, Chico Buarque, Caetano Veloso, Luiz Gonzaga, Rita Lee, Gonzaguinha, Almir Sater, Gilberto Gil, Ary Barroso, Cazuza, Tom Zé, Aldir Blanc, Arlindo Cruz, Waldemar Henrique, Kleiton e Kledir, Dani Black, Dona Onete, A Banda mais bonita da Cidade, entre outros, que ressurgem em arranjos originais de Carlos Bauzys e Daniel Rocha. “A nossa busca é refletir nos arranjos, na escolha das músicas, um pouco de tudo do Brasil, essa mistura imensa. Então, estamos trazendo várias referências. É uma mistura de múltiplas influências brasileiras adicionadas aos elementos do teatro musical”, esclarece Bauzys, que não esconde o entusiasmo com a grandeza musical desse país. “Essa riqueza parte de uma espontaneidade sublime. Em cada canto do Brasil que você vai, encontra tradições populares que existem há muito tempo e são extremamente ricas e únicas. O que mais me atrai é essa beleza que parte da espontaneidade e da simplicidade”, finaliza.

Um dos exemplos da busca por essa originalidade é a canção ‘Aquarela do Brasil’ (Ary Barroso), que ressurge completamente renovada, não só pelo arranjo inédito, mas pelo rap escrito pelo próprio Bauzys, incorporado à letra. “Na hora que a música fala, Terra de Nosso senhor, ali já entra um rap que diz, entre outras coisas: Terra de Nosso Senhor, de Oxalá, de Iemanjá, de Jesus. Exaltamos o sincretismo no Brasil, que é algo tão lindo no nosso país, essa pátria de todos”, exalta.

Os atores tocarão uma gama de instrumentos (mais de 30), muitos deles inusitados, como: berimbau de boca, ganzá e timbal. A direção musical aposta na percussão corporal como um elemento primordial na construção do espetáculo. “Quero todos tocando muito, tirando sons do próprio corpo, isso mostra nossa precariedade, dói. Somos todos precários, isso é lindo porque é o que nos torna humanos”, vibra Ulysses. Carlos Bauzys tem vasta experiência com essa linguagem, já trabalhou com o Barbatuques, um dos maiores expoentes do mundo em percussão corporal. “Essas escolhas partiram da nossa vontade de fazermos coisas diferentes, explorarmos distintos recursos vocais. E tem tudo a ver com o espetáculo, porque o corpo é muito rico de sonoridades e traz essa precariedade que o Ulysses busca. E também é natural da cultura do Brasil: fazer música, arte com o que é disponível”, acrescenta Bauzys.

Os diretores musicais dialogam muito com os atores e alguns arranjos nascem dessa troca de vivências. “A ideia é justamente trazer um pouco do conhecimento e da cultura do elenco, esse processo de construção coletiva também acontece. Muitas vezes, levamos os arranjos fechados e ensaiamos, mas somos muito abertos a sugestões, porque entendemos que a colaboração das pessoas é muito importante para o resultado ficar mais rico ainda”, aponta Bauzys.

A potência da música que segue sendo produzida nos mais diferentes Brasis espalhados dentro de um mesmo país é uma das principais motivações de Carlos Bauzys ao realizar esse espetáculo. “Ainda na adolescência, quando eu conheci a nossa música de verdade, que eu me entendi como brasileiro e pela primeira vez tive orgulho do lugar onde eu nasci. Se eu puder passar um pouco disso para o público, minha missão estará cumprida”, celebra Bauzys.

O musical representa o hoje, com um olhar otimista. “Nosso povo se reinventa a cada momento. Queremos revelar a cara dessa gente, exaltar o quanto somos grandes e ricos de diversidade e quanta beleza pode haver!​”, celebra Renata.

Apresentado por MINISTÉRIO DA CULTURA E OUROCAP
LEI DE INCENTIVO À CULTURA
Patrocínio Master
OUROCAP
Uma Produção
TURBILHÃO DE IDEIAS ENTRETENIMENTO
Realização
MINISTÉRIO DA CULTURA
BRASIL GOVERNO FEDERAL
Produção executiva – Fortaleza
Milca Luna
Verônica Sobreira
SERVIÇO:
“Rio Mais Brasil, o Nosso Musical”
Quando: 06 (21h), 07 (21h) e 08/10 (19h)
Onde: Teatro do Shopping Rio Mar Fortaleza (Rua Lauro Nogueira, 1500, Papicu)
Classificação etária: 12 anos
Duração: 105 minutos
Valores dos ingressos: Plateia Alta (R$ 50,00 – inteira e R$ 25,00 – meia), Plateia Baixa B (R$ 100,00 – inteira e R$ 50,00 – meia) e Plateia Baixa A (R$ 150,00 – inteira e R$ 75,00 – meia )
Vendas:
– BILHETERIA TEATRO RIOMAR (Rua Lauro Nogueira, 1500 loja 3001 – L3, Papicu)
Horários de Funcionamento:
De Terça a Sábado das 12h às 21h
Domingos e Feriados das 14h às 20h.
OUTROS PONTOS DE VENDA
Ingresso Rápido
Telefone: 4003-1212
https://www.ingressorapido.com.br/venda/?id=1207#!/tickets

Música: FUNDO DE QUINTAL APRESENTA GRANDES SUCESSOS NO NORDESTE

thumbnailCom realização da Opus, shows ocorrerão em Fortaleza, Natal e Recife no mês de outubro. Crédito Foto: Leo Queiroz

 

Fundo de Quintal é a melhor tradução da frase: “Aconselho a você, que seja sambista também”. Todo sambista é um pouco Fundo de Quintal, afinal, são mais de 40 anos de sucesso na Música Popular Brasileira. Não é à toa que ele é, reconhecidamente, o grupo do gênero mais premiado e respeitado da história.

A vitalidade e a longevidade do Fundo de Quintal não têm segredo e a receita é simples: generosidade musical. Ele é, orgulhosamente, o berço de Jorge Aragão, Sombrinha, Almir Guineto, Arlindo Cruz, Walter Sete Cordas, Cleber Augusto, Neoci e Mario Sérgio e padrinho das gerações de sambistas que vieram depois. O tempero dessa receita é a assinatura inconfundível do grupo. Na primeira batida do tantan, do repique de mão e do pandeiro, todo mundo já sabe que vai ouvir samba da mais alta qualidade. Com realização da Opus, os shows ocorrerão dia 25 de outubro, no Teatro RioMar Fortaleza (Fortaleza/CE); dia 26 de outubro, no Teatro Riachuelo (Natal/RN); dia 27 de outubro, no Teatro RioMar Recife (Recife/PE). Confira o serviço completo abaixo.

No palco, Bira Presidente – que além de exímio pandeirista – é dono absoluto do samba no pé e junto com Sereno e Ubirany forma o trio pioneiro do Fundo de Quintal. Sereno, além de cantor e compositor, é o inventor do tantan e Ubirany, o criador do repique de mão. E assim como o irmão Bira Presidente, Ubirany não deixa ninguém parado quando risca o chão. Ademir Batera, também conhecido como baterista sorriso e Marcio Alexandre e Junior Itaguaí os dois novos integrantes do Grupo Fundo de Quintal. Este é o Fundo de Quintal. Uma união de sambistas – cada um com personalidade própria e independente no palco- e que juntos formam a principal referência do gênero. E o samba comemora.

Componentes:

Bira (pandeiro e voz)
Sereno (tantã e voz)
Ubirany (repique e voz)
Ademir Batera (bateria)
Marcio Alexandre (cavaco e voz)
Junior Itaguaí (banjo e voz)

Números:

– Mais de 40 anos de carreira

– 33 CDs 15 discos de ouro

– 4 discos de platina

– 5 DVDs

– 17 Prêmios da Musica Brasileira – Categoria Melhor Grupo de Samba

– 4 Edições do Troféu Raça Negra – Categoria Melhor Grupo de Samba

– Vencedor do Grammy Latino 2015 – Categoria Melhor Álbum de Samba – “SÓ FELICIDADE”

– Temporadas na Europa, EUA, Japão e África

– Centenas de sucessos, entre eles, os clássicos: “Lucidez”, “Nosso Grito”, Frasco Pequeno”, “Fada”, “Chuá Chuá”, “O Show Tem Que Continuar”, “Parabéns Pra Você”, “A Amizade”, “Batucada dos Nossos Tantãs”, “E Eu Não Fui Convidado”, “Boca Sem Dente”, “Ô Irene”, “Do Fundo do Nosso Quintal”, “Só pra Contrariar”, ‘Miudinho, meu bem”, “Falso Herói”, “Vai Lá Vai Lá”, “Parabéns pra Você ”e “Só Felicidade.


Dia 25 de outubro, no Teatro RioMar Fortaleza (Fortaleza/CE)
Dia 26 de outubro, no Teatro Riachuelo (Natal/RN)

Dia 27 de outubro, no Teatro RioMar Recife (Recife/PE)

FORTALEZA (CE)

Dia 25 de outubro
Quarta-feira, às 21h
Teatro RioMar Fortaleza (Rua Desembargador Lauro Nogueira, 1500 Piso L3 – Shopping RioMar Fortaleza – Papicu / Fortaleza – CE)
www.teatroriomarfortaleza.com. br

INGRESSOS:

Setor

Valor

 Meia-Entrada

Plateia Alta

R$ 140,00

 R$ 70,00

Plateia Baixa B

R$ 160,00

 R$ 80,00

Plateia Baixa A

R$ 180,00

 R$ 90,00

 

Red Carpet: VMA 2017

rexfeatures_9028015ca

Neste domingo, 27, o palco do VMA 2017 atraiu a atenção do mundo todo! Quer saber o que os famosos usaram no tapete vermelho do evento? Confira na nossa galeria:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Confira abaixo a lista completa (com os ganhadores destacados em negrito):

CLIPE DO ANO
– Kendrick Lamar – “HUMBLE.” (TDE/Aftermath/Interscope)
– Bruno Mars – “24K Magic” (Atlantic Records)
– Alessia Cara – “Scars To Your Beautiful” (Def Jam)
– DJ Khaled ft. Rihanna & Bryson Tiller – “Wild Thoughts” (Epic Records/We The Best)
– The Weeknd – “Reminder” (XO/Republic Records)

ARTISTA DO ANO
– Bruno Mars (Atlantic Records)
– Kendrick Lamar (TDE/Aftermath/Interscope)
– Ed Sheeran (Atlantic Records)
– Ariana Grande (Republic Records)
– The Weeknd (XO/Republic Records)
– Lorde (Republic Records)

ARTISTA REVELAÇÃO
– Khalid (RCA Records)
– Kodak Black (Atlantic Records)
– SZA (TDE/RCA Records)
– Young M.A (3D)
– Julia Michaels (Republic Records)
– Noah Cyrus (Records)

MELHOR COLABORAÇÃO
– Charlie Puth ft. Selena Gomez – “We Don’t Talk Anymore” (Atlantic Records)
– DJ Khaled ft. Rihanna & Bryson Tiller – “Wild Thoughts” (Epic Records/We The Best)
– D.R.A.M. ft. Lil Yachty – “Broccoli” (Atlantic Records)
– The Chainsmokers ft. Halsey – “Closer” (Disruptor Records/Columbia Records)
– Calvin Harris ft. Pharrell Williams, Katy Perry & Big Sean – “Feels” (Columbia Records)
– Zayn & Taylor Swift – “I Don’t Wanna Live Forever (Fifty Shades Darker)” (Republic Records)

MELHOR CLIPE POP
– Shawn Mendes – “Treat You Better” (Island Records)
– Ed Sheeran – “Shape of You” (Asylum/Atlantic Records)
– Harry Styles – “Sign Of The Times” (Columbia Records)
– Fifth Harmony ft. Gucci Mane – “Down” (Syco Music/Epic Records)
– Katy Perry ft. Skip Marley – “Chained To The Rhythm” (Capitol Records)
– Miley Cyrus – “Malibu” (RCA Records)

MELHOR CLIPE DE HIP HOP
– Kendrick Lamar – “HUMBLE.” (TDE/Aftermath/Interscope)
– Big Sean – “Bounce Back” (Def Jam)
– Chance the Rapper – “Same Drugs” (Chance the Rapper LLC)
– D.R.A.M. ft. Lil Yachty – “Broccoli” (Atlantic Records)
– Migos ft. Lil Uzi Vert – “Bad & Boujee” (300 Entertainment)
– DJ Khaled ft. Justin Bieber, Quavo, Chance the Rapper & Lil Wayne – “I’m The One” (Epic Records/We The Best)

MELHOR CLIPE DE ELETRÔNICA
– Zedd and Alessia Cara – “Stay” (Interscope)

– Kygo x Selena Gomez – “It Ain’t Me” (Ultra/Interscope)
– Calvin Harris – “My Way” (Columbia Records)
– Major Lazer ft. Justin Bieber and MØ – “Cold Water” (Mad Decent)
– Afrojack ft. Ty Dolla $ign – “Gone” (Wall Recordings/Latium/RCA Records)

MELHOR CLIPE DE ROCK
– Coldplay – “A Head Full of Dreams” (Parlophone/Atlantic Records)
– Fall Out Boy – “Young And Menace” (Island)
– Twenty One Pilots – “Heavydirtysoul” (Fueled by Ramen/Atlantic Records)
– Green Day – “Bang Bang” (Warner Bros. Records)
– Foo Fighters – “Run” (RCA Records)

MELHOR LUTA CONTRA O SISTEMA – TODOS VENCERAM
– Logic ft. Damian Lemar Hudson – “Black SpiderMan” (Race & LGBTQ) (Def Jam)
– The Hamilton Mixtape – “Immigrants (We Get the Job Done)” (Immigration) (Atlantic Records)
– Big Sean – “Light” (Race) (Def Jam)
– Alessia Cara – “Scars To Your Beautiful” (Body image) (Def Jam)
– Taboo ft. Shailene Woodley – “Stand Up / Stand N Rock #NoDAPL” (Environment)
– John Legend – “Surefire” (Immigration & Anti-Muslim hate) (Columbia Records)

MELHOR FOTOGRAFIA
– Kendrick Lamar – “HUMBLE.” (TDE/Aftermath/Interscope)
Cineasta: Scott Cunningham

– Imagine Dragons – “Thunder” (KIDinaKORNER/Interscope)
Cineasta: Matthew Wise
– Ed Sheeran – “Castle On The Hill” (Asylum/Atlantic Records)
Cineasta: Steve Annis
– DJ Shadow ft. Run The Jewels – “Nobody Speak” (Mass Appeal Records LLC)
Cineasta: David Proctor
– Halsey – “Now or Never” (Astralwerks/Capitol)
Cineasta: Kristof Brandl

MELHOR DIREÇÃO
– Kendrick Lamar – “HUMBLE.” (TDE/Aftermath/Interscope)
Diretor: Dave Meyers & the little homies

– Katy Perry ft. Skip Marley – “Chained To The Rhythm” (Capitol Records)
Diretor: Mathew Cullen
– Bruno Mars – “24K Magic” (Atlantic Records)
Diretores: Cameron Duddy e Bruno Mars
– Alessia Cara – “Scars To Your Beautiful” (Def Jam)
Diretor: Aaron A
– The Weeknd – “Reminder” (XO/Republic Records)
Diretor: Glenn Michael

MELHOR DIREÇÃO DE ARTE
– Kendrick Lamar – “HUMBLE.” (TDE/Aftermath/Interscope)
Diretor: Spencer Graves

– Bruno Mars – “24K Magic” (Atlantic Records)
Diretor: Alex Delgado
– Katy Perry ft. Migos – “Bon Appetit” (Capitol Records)
Diretora: Natalie Groce
– DJ Khaled ft. Rihanna & Bryson Tiller – “Wild Thoughts” (Epic Records/We The Best)
Diretor: Damian Fyffe
– The Weeknd – “Reminder” (XO/Republic Records)
Diretor criativo: Lamar C Taylor / co-diretor criativo: Christo Anesti

MELHOR EFEITO VISUAL
– Kendrick Lamar – “HUMBLE.” (TDE/Aftermath/Interscope)
Empresa: Timber/Editor: Jonah Hall

– A Tribe Called Quest – “Dis Generation” (Epic Records)
Empresa: Bemo/Editor: Brandon Hirzel
– KYLE ft. Lil Yachty – “iSpy” (Atlantic Records)
Empresa: Gloria FX/Editor: Max Colt & Tomash Kuzmytskyi
– Katy Perry ft. Skip Marley – “Chained To The Rhythm” (Capitol Records)
Empresa: MIRADA
– Harry Styles – “Sign Of The Times” (Columbia Records)
Empresa: ONE MORE/Editor: Cédric Nivoliez

MELHOR COREOGRAFIA
– Kanye West – “Fade” (Def Jam)
Coreógrafos: Teyana Taylor, Guapo, Jae Blaze & Derek ‘Bentley’ Watkins

– Ariana Grande ft. Nicki Minaj – “Side To Side” (Republic Records)
Coreógrafos: Brian & Scott Nicholson
– Kendrick Lamar – “HUMBLE.” (TDE/Aftermath/Interscope)
Coreógrafo: Dave Meyers
– Sia – “The Greatest” (Monkey Puzzle Records/RCA Records)
Coreógrafo: Ryan Heffington
– Fifth Harmony ft. Gucci Mane – “Down” (Syco Music/Epic Records)
Coreógrafo: Sean Bankhead

MELHOR EDIÇÃO
– Future – “Mask Off” (Epic Records/Freebandz/A1)
Editor: Vinnie Hobbs of VHPost
– Young Thug – “Wyclef Jean” (300 Entertainment/Atlantic Records)
Editores: Ryan Staake & Eric Degliomini
– Lorde – “Green Light” (Republic Records)
Editor: Nate Gross of Exile Edit
– The Chainsmokers ft. Halsey – “Closer” (Disruptor Records/Columbia Records)
Editora: Jennifer Kennedy
– The Weeknd – “Reminder” (XO/Republic Records)
Editor: Red Barbaza

News: Erasmo Carlos faz show gratuito no Dia dos Pais em Fortaleza

Erasmo Carlos foto em alta

A terceira edição do RioMar Music Festival traz o cantor e compositor carioca , que se apresenta na capital cearense no dia 13 de agosto às 19h

Para celebrar uma das datas mais importantes do ano, o RioMar Fortaleza, no Papicu, recebe o cantor e compositor Erasmo Carlos em um show especial para o Dia dos Pais. O Tremendão chega a cidade cearense no dia 13 de agosto para uma apresentação gratuita. O evento tem início às 16h com abertura dos portões e entregas das pulseiras de acesso,  às 17h a banda Sargento Pimenta faz apresentação, interpretando o melhor dos Beatles. Logo após, às 19h, Erasmo sobe ao palco passando por sucessos do início de sua carreira até seu mais recente trabalho. A entrada para show é gratuita, por ordem de chegada, até atingir a capacidade limite do espaço.

Acompanhado pelo maestro José Lourenço (teclado e voz) e pelos músicos Billy Brandão (guitarra), Rike Frainer (bateria), Luiz Lopes (guitarra, violão e voz) e Pedro Dias (baixo e voz), Erasmo Carlos irá cantar os mais representativos sucessos de sua carreira, como “Festa de Arromba”, “Sentado à Beira do Caminho” e “Minha Fama de Mau”. Além disso, apresentará outros clássicos da época da Jovem Guarda e as canções inéditas do seu último disco em estúdio, o Gigante Gentil (2014).

Produzido por Kassin e lançado pela selo Coqueiro Verde Records, o trabalho Gigante Gentil – ganhador do Grammy Latino de Melhor álbum em 2014 – é o 28º álbum do cantor carioca. Das 11 faixas, seis são compostas pelo próprio Erasmo, mais uma parceria inédita com Caetano Veloso e parceiros dos discos anteriores, Nelson Motta e Arnaldo Antunes, além do hit Além do Horizonte, composta com Roberto Carlos.

Sobre Erasmo Carlos

Erasmo Carlos – conhecido como Tremendão –  é um dos maiores artistas nacionais. Em permanente ebulição, há mais de 50 anos Erasmo embala gerações com suas canções que se tornaram clássicos da música popular brasileira. São mais de 500 composições que refletem, da ingenuidade da Jovem Guarda e sua doce proposta de mudanças comportamentais, à maturidade dos dias atuais.

Ainda no início do ano, Erasmo Carlos retomou a parceria com Roberto Frejat. Os dois grandes nomes do Rock nacional se reencontram para gravar “10 Segundos”, música que batiza o ainda inédito filme de José Alvarenga Jr. sobre a vida do boxeador paulista Eder Jofre. O Tremendão também é uma das parcerias de Paulo Miklos para “A Gente Mora no Agora”, o primeiro disco solo de Paulo desde que deixou os Titãs, em 2016. Em 2008, Erasmo Carlos lançou o livro Minha Fama de Mau que foi adaptado para o cinema pela Paris Filmes em 2015. No longa, Chay Suede vive o jovem Erasmo Carlos.

RioMar Music Festival

O show faz parte da programação do Dia os Pais do RioMar Fortaleza e é a terceira apresentação do RioMar Music Festival. O projeto – que traz grandes shows gratuitos para a capital cearense – busca promover a música e a cultura. No primeiro semestre, o Festival recebeu Toquinho e Geraldo Azevedo. As apresentações ocorrerem sempre no Estacionamento Aberto da Lagoa do Papicu.

Serviço

RioMar Music Festival – Erasmo Carlos
Data: domingo, 13 de agosto
Local: Estacionamento Aberto da Lagoa do Papicu – RioMar Fortaleza
Abertura do portão e entregas das pulseiras de acesso: 16h
Show Sargento Pimenta: 17h
Show Erasmo Carlos: 19h
Entrada gratuita com capacidade limitada de lotação de espaço

Música: Show de Guilherme Arantes e banda Vitrolla são atrações do Duetos em Agosto  

GA (FOTO 5)

O cantor e compositor paulista Guilherme Arantes, sobe no palco do Anfiteatro do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, na Capital Cearense, para mais um show do Projeto Duetos. Continuar lendo

News: Shopping recebe o OK-Pop, evento de cultura coreana, este fim de semana

OKPop

Para encerrar a programação de férias, o RioMar Kennedy realizará neste fim de semana, dias 29 e 30 de julho, a primeira edição do Festival ‘OK-Pop!’, evento dedicado aos amantes da cultura coreana e do gênero musical K-Pop. Continuar lendo

Solidariedade: Orquestra da Câmara Heitor Villa-Lobos realiza concerto beneficente em prol do Lar Menino Jesus

unnamed

A Orquestra da Câmara Heitor Villa-Lobos, sob a regência do maestro Leonardo Sidney irá realizar um concerto beneficente em prol do lar Menino Jesus da Irmã Conceição.  Continuar lendo

Música: Contagem Regressiva para o festival Dragão Pop Music em Fortaleza

 Biquini 02 - Foto Vinicius Mochizuki

A próxima edição do Dragão Pop Music, festival reconhecido por trazer ao Ceará shows de grandes nomes nomes da música como Humberto Gessinger e Pitty, está se aproximando. Continuar lendo

News: Mês de junho conta com grandes shows juninos gratuitos todo final de semana no RioMar Fortaleza

geraldo-azevedo-fortaleza1

Neste mês de junho, o RioMar Fortaleza terá um mês inteiro de muita festa junina, com shows gratuitos, barraquinhas de comidas típicas, decoração temática e muito arrasta pé. Continuar lendo

Red Carpet: Billboard 2017

rita-ora

Ontem (21/05), aconteceu a 25ª edição do Billboard Music Awards que reuniu algumas das principais estrelas da música no T-Mobile Arena, em Las vegas. Continuar lendo

Entretenimento: Lagosta Bronzeada comemora aniversário em Fortaleza com show exclusivo

FotoDivulgacao_Lagosta_out2016 (1) (1)

Considerada a banda de forró mais romântica do Brasil, a Lagosta Bronzeada comemora seu aniversário neste sábado (13) com show exclusivo na casa de shows Barril West, prometendo embalar o coração dos apaixonados. Continuar lendo