Estilo Feitiço aposta em atacado: conheça as possibilidades de mercado

As novas formas de fazer negócio difundidas após o início da pandemia levaram muitas empresas a intensificarem a aposta no atacado. Com isso, planejamentos são desenvolvidos e estratégias são postas em prática a fim de atingir um público cada vez mais em ascensão. A Estilo Feitiço, marca de referência em moda cearense há 31 anos, é uma dessas empresas que já atuavam com atacado e ampliou o olhar para o mercado.

A diferença entre atacado e varejo está no público-alvo: enquanto o varejo se destina ao consumidor final daquele produto a ser comercializado, o atacado alcança empresas, empreendedores e pequenos comércios. “São consumidores que buscam cada vez mais facilidades por meio da internet. Por isso, apostar em atacado é também apostar em estratégias para o virtual. O nosso site, por exemplo, já tem a aba de atacado, WhatsApp específico para isso e uma equipe toda treinada. A gente dá todo o suporte para os nossos clientes de atacado, que é como estudo de estoque, avaliação de estoque de produto e apoio do marketing”, pontua Manu Corrêa, gerente de marketing e estilista da marca.

A integração entre os canais de venda é fundamental para que os clientes possam ter mais praticidade na hora de estudar preços e ofertas. Além disso, uma estrutura com equipe bem treinada para esse atendimento é fundamental para uma experiência mais agradável, proporcionando um contato mais personalizado. “É preciso que as pessoas sintam que não estão conversando com um robô, mas sim com alguém que está ali para entender suas demandas e buscar resolvê-las”, destaca Manu.

A capacitação de profissionais por meio de treinamentos e do uso de ferramentas que facilitem o processo de relacionamento, tanto para os atendentes como para os clientes, se faz bastante necessário. “É importante apostar em tecnologias que facilitem o acesso aos canais de comunicação virtuais”, pontua a gerente.

Outra estratégia é o showroom, momento realizado para apresentar a marca para clientes, com o objetivo de alcançar possíveis compradores. Para isso pode-se apresentar a história da marca, mostrar os bastidores de como funciona o processo de produção do material e realizar um bate-papo sincero sobre os benefícios de comprar com eles. “O atacadista só compra se tiver segurança que vai vender. Se o público final pede uma marca para o lojista, ele irá procurar atender seu cliente e colocar aquele produto em sua loja”, finaliza.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s