Cinema: Camila Pitanga será homenageada no 32° Cine Ceará

Camila Pitanga. Crédito: Jorge Bispo

A atriz e embaixadora da ONU Mulheres no Brasil Camila Pitanga será uma das personalidades homenageadas no 32º Cine Ceará – Festival Ibero-americano de Cinema, que acontece de 7 a 13 de outubro em formato presencial em Fortaleza. Porta-voz de diferentes causas do país, a escolha de Camila vai ao encontro da edição do evento neste ano: mostrar os diferentes Brasis que cabem dentro do Brasil. A atriz será agraciada com o Troféu Eusélio Oliveira no sábado, dia 8 de outubro, mesmo prêmio recebido pelo seu pai, o também ator Antonio Pitanga, em 2018. 


CAMILA PITANGA

Camila Pitanga é um dos nomes mais celebrados das artes brasileiras. Formada em Artes Cênicas pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro com habilitação em Teoria Teatral, sagrou-se vencedora do prêmio de melhor atriz pelo Festival do Rio com o longa “Eu Receberia as Piores Notícias de Seus Lindos Lábios” (2011) – o filme que marca o início de sua parceria com Beto Brant, cineasta com quem dirige o documentário sobre seu pai, Antonio Pitanga, “Pitanga” (2017), elogiado pelo público e pela crítica que lhe concedeu o prêmio de Melhor Filme Brasileiro durante a 40ª Mostra de SP.

A longa carreira da atriz no audiovisual começa quando aparece, aos cinco anos de idade, no filme “Quilombo” (1986), de Cacá Diegues. Em 1991, ela começa os estudos no Tablado e, em seguida, debuta na televisão com a minissérie Sex Appeal (1993), da Rede Globo, que lhe abre as portas para diversas novelas de sucesso, como “Fera Ferida”, “A Próxima Vítima”, “Porto dos Milagres” “Mulheres Apaixonadas”, “Lado a Lado” e o grande sucesso “Paraíso Tropical”.

Seu primeiro grande papel é visto em “Caramuru – A Invenção do Brasil” (2001), que expõe o talento da atriz para a comédia. De maneira seletiva, Camila escolhe principalmente os pequenos filmes e as produções ousadas, como “Redentor” (2004), de Claudio Torres, “O Signo do Caos” (2005), de Rogerio Sganzerla, e “Sal de Prata” (2005), de Carlos Gerbase. Vale destacar também sua participação na comédia popular “Saneamento Básico, O Filme” (2007), produção de Jorge Furtado na qual ela divide a cena com Wagner Moura, Fernanda Torres, Lázaro Ramos e Paulo José.

Recentemente, no fim de 2021, após quase 20 anos de um profícuo contrato com a Rede Globo, ela assinou com a plataforma de streaming HBO Max, onde, além de atuar em novas produções, abraça projetos como produtora executiva e criadora. Para as telonas, acaba de filmar a primeira etapa de “Malês”, filme dirigido por seu pai, Antonio Pitanga, ainda sem data de estreia definida, bem como é produtora executiva de “Iemanjá” – longa em fase de produção do diretor Carlos Saldanha – que transportará o universo dos orixás para o de super-heróis.

O 32º Cine Ceará – Festival Ibero-americano de Cinema é uma realização do Ministério do Turismo, através da Secretaria Especial da Cultura, da Associação Cultural Cine Ceará e da Bucanero Filmes. Tem o apoio institucional do Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria da Cultura (Secult Ceará) e da Universidade Federal do Ceará, via Casa Amarela Eusélio Oliveira. Parceria: Canal Brasil. Hotel Oficial: Sonata de Iracema. Patrocínio Master: Itaú Unibanco. Patrocínio VIP: Grupo Edson Queiroz, Nacional Gás, Esmaltec e Indaiá. Patrocínio: SP Combustíveis, Banco do Nordeste e Prefeitura de Fortaleza. Agradecimento: Enel.  

SERVIÇO 

32° Cine Ceará – Festival Ibero-americano de Cinema – De 7 a 13 de outubro de 2022 em Fortaleza. Informações: www.cineceara.com. Instagram: @cineceara, Facebook: Festival Cine Ceará. E-mail: contatos@cineceara.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s