MULHERES EM CENA: Dragão do Mar realiza debate sobre feminismo interseccional nesta quinta (12)

superbanner-mar-20

Além de fomentar a arte e a cultura, o Dragão do Mar, instituição ligada à Secretaria da Cultura do Estado do Ceará e gerida pelo Instituto Dragão do Mar, se propõe a ser espaço de crítica e reflexão. Em homenagem ao Dia da Mulher, o Dragão realiza, nesta quinta (12), a partir das 19h, no Auditório do Dragão do Mar, o “Diversas”, um debate sobre feminismo interseccional. O evento integra o ciclo programático “Mulheres em Cena”, que durante todo o mês de março traz uma programação especial, destacando produções de artistas e produtoras mulheres. As pesquisadoras Izabel Accioly e Giovanna Santiago são as convidadas que debaterão o tema com o público. A entrada é gratuita e não requer inscrição prévia.

O conceito de interseccionalidade parte do entendimento de unir diferenças com a intenção de construir um outro mundo possível, onde mulheres plurais possam ter seus direitos assegurados, sejam negras, brancas, indígenas, jovens, idosas, lésbicas, bissexuais, heterossexuais, trans ou cis, garantindo a individualidade e respeitando a identidade de cada uma. Para Izabel, ignorar essas diferenças distancia a pauta, pois faz com que mulheres privilegiadas não percebam que oprimem outras mulheres, além de apartar mulheres oprimidas que não se sentem representadas pelo feminismo tradicional.

Neste sentido, o debate visa promover um encontro para que mulheres pensem sobre interseccionalidade, a partir de teóricas como Kimberle Crenshaw, que cunhou o termo em 1989, mas considerando também o pensamento de autoras como Angela Davis e Lélia Gonzales. Pensar um feminismo interseccional é considerar não apenas o gênero, mas também raça, classe e outros pertencimentos que influenciam as vivências das mulheres. De acordo com Izabel: “somente reconhecendo e acolhendo as diferenças, é possível construir um feminismo para todas”.

Sobre as convidadas:

Izabel Accioly é uma mulher negra, mestranda do Programa de Pós Graduação em Antropologia Social da Universidade Federal de São Carlos – UFSCar onde é bolsista CAPES. Pesquisadora do Hybris, Grupo de Estudo e Pesquisa sobre Relações de Poder, Conflitos, Socialidades da USP e UFSCar. Bacharel em Ciências Sociais pela UFC, onde foi bolsista de Iniciação Cientifica do CNPq vinculada ao Laboratório de Estudos da Violência – UFC. Interesses de pesquisa: Antropologia do Direito, Antropologia da Violência, Antropologia do Poder, Antropologia Literária, Segurança Pública, Organizações Criminais, Questão Penitenciária, Gênero, Raça, Racismo e Branquitude.

Giovanna Santiago é advogada, cientista social, mestra em Sociologia pela UFC e pesquisadora do LEPEC (Laboratório de Estudos em Política, Educação e Cidade).

Serviço: Debate “Diversas”, com Izabel Accioly e Giovanna Santiago
Dia: 12/03/20 às 19h
Local: Auditório do Dragão do Mar (Rua Dragão do Mar, 81 – Praia de Iracema)
Acesso Gratuito
Classificação: Livre

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s