Back to Black: Cabelos escuros voltam a ser tendência

Beautiful Face of Young Woman with Clean Fresh Skin close up on light grey background. Beauty Portrait. Beautiful Woman Smiling. Perfect Fresh Skin. Pure Beauty Model. Youth and Skin Care Concept

A atriz Deborah Secco surpreendeu os fãs com a mudança de visual após o fim das gravações de “Salve-se Quem Puder”, aparecendo com os fios escuros. Outra artista que optou pelas madeixas escuras foi a cantora e ex-BBB, Gabi Martins. De acordo com Thiago Martins, Beauty Artist e Embaixador da Yamá Cosméticos, assim como a ex-loira, cada vez mais mulheres estão tomando a decisão de radicalizar o visual e apostar novamente nos castanhos e castanho-escuro.

Disfarçando os danos

De acordo com o profissional, o cabelo escuro ajuda a camuflar imperfeições nos fios como ressecamento e pontas-duplas. “A tendência de voltar ao natural está ganhando muita força. A mudança é positiva, mas exige estudo: os tons escuros dão mais contraste à pele e destacam os olhos claros e amendoados. Contudo, a moldura formada pelos fios castanhos pode evidenciar linhas de expressão e olheiras em peles mais maduras. A dica é não escurecer demais para não pesar no semblante”, ensina o embaixador da Yamá Cosméticos.

No entanto, voltar a ser morena pode virar um pesadelo, alerta Thiago Martins. Sem os cuidados necessários, o procedimento pode ficar “chumbado” – ou seja, com excesso de pigmentos. Para não ter o efeito reverso, o cabeleireiro explica que é essencial realizar uma pré-pigmentação.

“A pré-pigmentação devolve o fundo do cabelo. Se o profissional aplicar um castanho ou loiro-escuro diretamente no fio claro, o pigmento azul destas colorações pode chumbar o resultado final. Por isso, é muito importante pré-pigmentar com oxidante de 6 volumes e um pouco de tonalidade cobre para alcançar um resultado natural”, detalha.

A Yamá lançou recentemente a nova linha Professional Color Nano Infusion que traz na formulação uma tecnologia que garante uma perfeita dispersão do pigmento da coloração, é uma derivação do sistema BECA B (BIO) E (ESTER) CArrier, um sistema de transporte que permite que moléculas do tamanho ideal, sejam transportadas para as partes mais profundas da fibra, garantindo maior homogeneização da cor. A coloração também conta com ingredientes vegetais que tornam o processo de coloração e tonalização ainda mais efetivos, proporcionando cores duráveis, brilho extraordinário, hidratação e maciez, minimizando os danos causados pelo processo de coloração e do dia a dia, perfeita cobertura de fios brancos.

Dicas para voltar a ser morena

De acordo com o cabeleireiro, o primeiro passo é avaliar a saúde do fio. Fios porosos ou muito ressecados podem impactar negativamente o resultado final, por isso, é importante cuidar das madeixas antes de qualquer procedimento. A recuperação pode ser realizada no salão, com produtos especiais como o Complexo Antiemborrachamento Yamá, mas a manutenção em casa com o cronograma capilar antes e depois da coloração é essencial.

“As partes extra ressecadas dos fios tendem a segurar menos coloração. Assim, podem ocorrer manchas no resultado final. No entanto, grande parte dos problemas podem ocorrer devido a falta de técnica na aplicação – nada de mechas muito grossas, por exemplo – e a escolha por colorações de baixa performance. A minha recomendação é sempre investir em linhas de coloração com ativos de tratamento e nanotecnologia”, finaliza o profissional.

Na dúvida, é muito importante consultar um profissional para garantir um ótimo resultado com a mudança.

Para mais informações, acesse: https://nanoinfusion.yama.com.br/

Sobre a Yamá

Fundada em 1967, a Yamá Cosméticos dispõe de um portfólio completo de produtos para tratamento e cuidado capilar. Conta com mais de 250 itens, sendo a marca Yamasterol uma das mais conhecidas e queridas dos nossos consumidores.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s