SUSTENTABILIDADE: Pardal Sorvetes reaproveitou mais de 14 mil kg de mesocarpo do coco em 2021

Depois que o coco-verde é consumido, seja em formato líquido ou sólido com a utilização de sua “carne”, na maioria das vezes a casca é descartada e, frequentemente, jogada no meio ambiente. Estudos mostram que em cidades litorâneas, esse resíduo já tem se tornado um grande problema, já que são materiais de difícil decomposição. Erikson Nascimento, gerente de marketing da Pardal Sorvetes, explica que é possível reaproveitar essa “casca”, o chamado mesocarpo do coco, evitando o acúmulo de resíduos na natureza. Apenas em 2021, a empresa reaproveitou 14.228 mil kg.

“Na Pardal, fazemos o reaproveitamento do mesocarpo do coco (popularmente conhecida como a quenga ou casca de coco) para alimentar a caldeira que fornece calor aos pasteurizadores. Dessa forma não utilizamos gás de cozinha, reduzindo a emissão de poluentes na atmosfera”, destaca Erikson.

Estima-se que mais de 10 mil kg de mesocarpos são reaproveitados na Pardal todos os anos, reduzindo a quantidade de lixo descartado e, consequentemente, os impactos ambientais.

Sustentabilidade

Além do reaproveitamento do mesocarpo, a Pardal Sorvetes adota uma série de ações sustentáveis integradas às suas operações. 

Todo o sistema de energia da Pardal Indústria funciona por meio de energia solar, sendo considerado o maior projeto do Brasil no segmento de sorvetes. A iniciativa reduz a emissão de CO² em cerca de 117 toneladas por ano, tornando a produção dos milhares de sorvetes, picolés e sundaes mais sustentável.


A água utilizada na produção da fábrica é tratada em uma estação de tratamento biológico e físico-químico antes de entrar em contato com o meio ambiente. Depois de tratada, a água é reutilizada para regar jardins e lavar pisos externos, sempre de acordo com os parâmetros da legislação vigente.


Todas as caixas de papelão utilizadas na fábrica são separadas em um depósito. Após a separação desse material, é feita a venda de todo papelão para uma recicladora credenciada. 


Os palitos dos picolés são feitos com madeira de reflorestamento com manejo sustentável. Assim, eles não agridem o meio ambiente. 

Sobre a Pardal

Em 30 anos de atuação no mercado, a marca transmite originalidade, simpatia e sucesso de vendas, contando com o esforço e as ideias da fundadora Joselma Oliveira, que apostou no empreendedorismo, criando uma marca de sucesso. A Pardal Sorvetes está presente atualmente no Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s