Cinema: GlÓria Pires e Lázaro Ramos serão homenageados no 30º Cine Ceará – Festival Ibero-Americano de Cinema

Os homenageados Gloria Pires e Lázaro Ramos

Glória Pires e Lázaro Ramos serão os homenageados do 30º Cine Ceará – Festival Ibero-americano de Cinema, que acontece de 5 a 11 de dezembro, presencial em Fortaleza, online no Canal Brasil – no serviço de streaming Canais Globo, no Youtube do festival e na TV Ceará. Os atores receberam em casa o Troféu Eusélio Oliveira e enviaram vídeos de agradecimento. As solenidades de abertura e encerramento serão transmitidas na tela do Cineteatro São Luiz, respeitando os Protocolos de Reabertura para Cinemas do Governo do Ceará, no canal do Cine Ceará no Youtube e, a de encerramento, também na TVC.

No dia 5 de dezembro, será transmitida na tela do cinema a solenidade de abertura da 30ª edição e a homenagem à Glória Pires. Ao longo de sua carreira, a atriz já protagonizou diversos personagens que marcaram a televisão, cinema e teatro brasileiros. Atuou em novelas e minisséries como “As Brasileiras”, “Rei do Gado”, “Paraíso Tropical”, “Insensato Coração”, “Babilônia” e a mais recente “O Outro Lado do Paraíso”. Além de participar de grandes filmes nacionais como “Se Eu Fosse Você”, “É Proibido Fumar”, “Linda de Morrer” e “Nise” Em 2019, voltou às telinhas no remake de “Éramos Seis”. Em 2021, estará no longa da Imagem Filmes “A Suspeita”, de Pedro Peregrino, onde vive Lúciauma comissária da Polícia Civil que sofre de Alzheimer. 

Na noite de encerramento do festival, dia 11 de dezembro, o Cine Ceará exibe no Cineteatro São Luiz, em sessão hors-concours, o longa brasileiro “O Silêncio da Chuva” de Daniel Filho, produção da Lereby, em coprodução com Globo Filmes e distribuição da Elo Company. O protagonista Lázaro Ramos será o segundo homenageado do festival. O ator interpreta o detetive Espinosa (Lázaro Ramos) que junto à policial Daia (Thalita Carauta) tenta solucionar o mistério que envolve a morte do executivo Ricardo (Guilherme Fontes), encontrado baleado sentado ao volante de seu carro, no bairro da Urca, no Rio de Janeiro. O longa é inspirado no romance policial de Luiz Alfredo Garcia-Roza.

Nascido em Salvador, Bahia, Lázaro Ramos é ator, apresentador, dublador, cineasta e escritor. Iniciou a carreira teatral aos 15 anos de idade, quando entrou para o Bando de Teatro Olodum, dirigido por Márcio Meirelles. No cinema, despontou ao protagonizar o filme “Madame Satã”, de Karim Ainöuz, em 2002. Tem na sua carreira filmes como “O Homem que Copiava”, “Meu Tio Matou um Cara”, “Cidade Baixa”, “Ó Paí, Ó”, “Carandiru”, “Tudo Que Aprendemos Juntos” e “O Beijo no Asfalto”. Para 2021 está previsto o lançamento de “Medida Provisória”, longa que marca sua estreia na direção de ficção para os cinemas – em mais uma parceria com Daniel Filho, que assina a produção do filme.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s