Cinema: Festival Varilux traz clássico do cinema francês e homenageia os 400 anos de Molière 

Em suas edições, o Festival Varilux de Cinema Francês faz uma reverência aos grandes filmes, diretores e demais profissionais que marcaram a cultura francesa. Este ano, serão duas homenagens: a um clássico da cinematografia do país, “O Papai Noel é Um Picareta”, de Jean-Marie Poiré, e aos 400 anos de nascimento de Molière, um dos maiores nomes de sua dramaturgia, através do filme “As Aventuras de Molière”, de Laurent Tirard e Ariane Mnouchkine. Ambas as produções estarão integradas ao circuito do festival, que está em sua 13ª edição, sempre trazendo sucessos recentes e inéditos da cinematografia francesa. O festival será entre 21 de junho e 6 de julho – com todos os filmes estreando exclusivamente nos cinemas de todo o país no dia 23.

A comédia “Papai Noel é um Picareta”, de 1982, é uma adaptação de Jean-Marie Poiré para a peça de mesmo nome, criada pela trupe Le Splendid. Muito diferente de um filme tradicional de Natal, a produção se tornou um clássico do cinema francês devido a seu marcante humor ácido e à escalada de situações absurdas, que tornam tudo ainda mais divertido. O filme se passa na noite de Natal, quando a linha telefônica de SOS para pessoas deprimidas é interrompida por personagens marginais excêntricos que causam desastres em cadeia. Aos 76 anos, Jean-Marie Poiré continua em atividade e tem em seu currículo mais de 30 filmes como diretor.

Modelo de comédia francesa, “O Papai Noel é um Picareta” conta com uma irreverência incansavelmente atemporal que atravessa os anos sem medo de comparação com as comédias mais atuais, que não vão tão longe na insolência. No final, mais tragicômico do que cômico, o espírito do filme hoje faz parte do patrimônio cultural francês, comenta Emmanuelle Boudier, curadora e codiretora do Festival.

Já em “As Aventuras de Molière”, o espectador está diante de um jovem diretor de teatro, Molière, que zomba da nobreza e faz sucesso entre as classes mais baixas da França. Ele acaba sendo preso por não pagar taxas ao governo, mas tudo muda quando Monsier Jourdan, um aristocrata, paga sua dívida e, em troca, se aproveita dos talentos de Molière como escritor para cortejar sua amada.

A exibição do filme homenageia os 400 anos de nascimento de Jean-Baptiste Poquelin, mais conhecido como Molière. Dramaturgo francês e ator engajado, é considerado o pai da Comédia Francesa por seus textos satíricos e críticos. Dentro do contexto social da França de sua época, Molière ridicularizou a vaidade e o caráter esnobe de uma burguesia em ascensão, questionando os princípios da organização social vigente. Profundo observador do comportamento humano, criou peças que poderiam ter sido escritas atualmente, com uma abordagem popular e sarcástica de temas relevantes até hoje, como o machismo, os dogmas da igreja, a luta de classes e a corrupção. 

O PAPAI NOEL É UM PICARETA (Le Père Noel est une ordure)

1982 / 1h23 / Comédia

Com: Josiane Balasko, Marie-Anne Chazel, Anémone, Thierry Lhermitte, Christian Clavier, Gérard Jugnot

Direção: Jean-Marie Poiré

Sinopse: A linha direta parisiense de SOS é interrompida na véspera de Natal pela chegada de personagens marginais excêntricos que causam desastres em cadeia. Realizado pela trupe Splendid, este filme é a adaptação de sua peça de mesmo nome, criada em 1979.

AS AVENTURAS DE MOLIÈRE (Molière)

2007 / 2h / Drama, romance

Com: Alban Casterman, Romain Duris, Fabrice Luchini

Direção: Laurent Tirard e Ariane Mnouchkine

Sinopse: Em 1644, Molière tem apenas 22 anos. Cheio de dívidas e perseguido por oficiais de justiça, ele insiste em encenar tragédias nas quais é inegavelmente ruim. E então um dia, depois de ser preso por credores impacientes, ele desaparece.

A edição

 A 13ª edição do Festival Varilux de Cinema Francês, exclusivamente nas salas de cinema de todo o Brasil, traz uma programação variada com obras integrantes de grandes festivais. Entre os gêneros estão comédia, drama, suspense e animação. Além de filmes inéditos e recentes da filmografia francesa, um clássico estará na programação.

A delegação de atores e diretores franceses estará presente nas cidades de São Paulo e do Rio de Janeiro, onde serão promovidas sessões seguidas de debate. Haverá ainda exibição de séries francesas, uma novidade da edição, e um encontro de profissionais sobre o formato nas duas cidades.

A atividade paralela, o Laboratório Franco-Brasileiro de Roteiros destinado a roteiristas, diretores, profissionais de cinema e TV, em sua quinta edição, inscreve até dia 1º de junho pelo site https://variluxcinefrances.com/ Serão selecionados 16 participantes que, reunidos em quatro grupos, trabalharão para desenvolver a escrita de roteiros de longa-metragem e de séries de TV.

O Festival Varilux de Cinema Francês é realizado pela produtora Bonfilm e tem como patrocinadores principais a Essilor/Varilux e a Pernod Ricard/Lillet, além do Ministério do Turismo, Secretaria Especial da Cultura e a Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, Secretaria Municipal de Cultura. Outros parceiros importantes são as unidades das Alianças Francesas em todo Brasil, a Embaixada da França no Brasil, as empresas Club Med, Air France e Ingresso.com, além das distribuidoras dos filmes e os exibidores de cinema independente/de arte e as grandes redes de cinema comercial.

Siga Festival Varilux de Cinema Francês nas redes:

Facebook / Instagram / Youtube / Giphy / Spotify: @variluxcinefrances

Use a hashtag: #FestivalVarilux

Twitter: @variluxcinefr 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s