Cinema: “A Fera”, com Idris Elba, chega aos cinemas!

Às vezes o barulho nos arbustos realmente é um monstro.

Idris Elba é o protagonista nesse eletrizante thriller sobre um pai e suas duas filhas adolescentes que se encontram em uma caçada por um enorme leão, disposto a provar que a savana pode ter apenas um predador no topo.

Elba vive o papel do Dr. Nate Daniels, um recém viúvo que retorna para África do Sul, onde conheceu sua esposa, em uma viagem há muito tempo planejada com suas filhas para uma reserva gerenciada por Martin Battles, um antigo amigo da família e biólogo da natureza selvagem. Mas, o que começa como uma jornada de cura e redescobrimento, se desdobra em uma luta por sobrevivência quando um leão, sobrevivente de caçadores furtivos, enxerga todos os humanos como inimigos e começa a persegui-los. Essa é a história de A Fera, que chega aos cinemas hoje (11/08).

Crítica

O novo longa protagonizado por Alba tem uma premissa simples e que já foi usada e abusada no cinema que é o homem x a fera, recentemente tivemos crocodilos, agora é a vez dos leões e e que no final entrega um filme regular de sobrevivência. Digo isso, porque apesar das boas cenas de ação, temos um problema de roteiro (pra variar).

Um bom exemplo disso é uma das cena onde o felino está enloquecido atacando todo mundo, e uma das filhas acha que é o momento certo para uma DR com o pai. Sério? É nisso que uma pessoa pensa quando está de cara literalmente com a morte? Sem falar nas ideias idiotas de alguns personagens…

Mas um dos aspectos positivos do filme é falar sobre a caça ilegal e usar isso como argumento para as atitudes assassinas do leão, o que faz sentido e aconteceu a pouco tempo na África com elefantes que atacaram um vilarejo.

Também gostei do elenco de maioria negra, algo pouco comum em Hollywood, mesmo em filmes que se passam na África. Mas lamentei que ao apresentar uma família negra com descendência africana revisitando suas raízes, isso não tenha sido muito bem aproveitado pelo roteiro.

O trabalho do diretor Baltasar Kormákur (“Evereste”) merece aplausos por sua ousadia em se divertir com a famosa “mentira da ação”, que podemos conferir em cenas como na batalha final entre Idris Elba e o leão. E claro, que também temos que destacar a atuação de Elba que sempre faz um bom trabalho, mesmo que o roteiro não ajude.

Acredito que o filme fará sucesso no streaming!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s