Beauty: Sete dicas para se maquiar e não prejudicar a saúde dos olhos

Com a obrigatoriedade do uso de máscaras devido a pandemia, os olhos passaram a ser uma importante fonte de comunicação entre as pessoas. A maquiagem é um poderoso recurso que pode valorizar traços e disfarçar imperfeições. No entanto, ela pode acabar trazendo alguns problemas, caso não sejam observados alguns cuidados. Para termos uma ideia do quão perigoso o uso indiscriminado de produtos na região dos olhos pode ser, ressaltamos dados da Sociedade Brasileira de Oftalmologia: duas em cada dez pessoas que fazem uso de maquiagem podem apresentar problemas oculares. As doenças comumente desencadeadas são a conjuntivite viral, bacteriana ou fúngica (por contaminação dos produtos), olho seco, ceratites e blefarite (inflamação da pálpebras).

Para a médica oftalmologista da Clínica de Olhos Massilon Vasconcelos, Dra. Maria Vitória, alguns comportamentos devem ser evitados, como por exemplo, se maquiar enquanto dirige. Além de aumentar as chances de acidente de trânsito, a instabilidade do momento pode favorecer o contato de produtos com a superfície ocular ou pequenos traumas diretamente na córnea da paciente. “O ideal é sempre se programar com antecedência e dedicar alguns minutos antes de sair de casa, por exemplo. Escolher um ambiente bem iluminado e ter bastante atenção ao utilizar produtos como sombra, lápis e delineador e jamais aplicar na superfície interna do olho”, pontua.

Pensando em ajudar as aficcionados por maquiagem, a oftalmologista listou sete cuidados simples, que, se tomados, podem evitar incidentes com os olhos:

1 – Antes do uso, confira a validade de seus itens de maquiagem

De acordo com uma pesquisa feita na Inglaterra, 89% das mulheres não sabem que a maquiagem tem data de validade ou não se preocupam com os riscos. Já no Brasil, o Instituto Penido Burnier, em São Paulo, apurou que 15% das mulheres apresentam problemas repetidos nos olhos por causa da maquiagem vencida. As substâncias que evitam a proliferação de microorganismos perdem a sua eficácia após o vencimento do produto.

2 – Não compartilhe seus produtos

Uma série de doenças podem ser transmitidas ao compartilhar maquiagem. Os cosméticos que encostam na borda dos olhos podem acabar levando microrganismos ou contaminando o produto. No caso do batom, pode-se ter a transmissão do vírus do herpes simples. Para quem frequenta salão de beleza, o ideal é levar os próprios produtos.

3 – Sempre remova a maquiagem antes de dormir

Os olhos são extremamente sensíveis e não é raro que, no contato com o travesseiro, os produtos usados acabem penetrando a parte interna da pálpebra, causando irritação ocular. Por isso, é importante remover toda a maquiagem antes de dormir, fazendo uso de demaquilantes ou outros produtos específicos para a limpeza da área dos olhos. Uma vez que estes não contêm álcool na composição, os riscos de irritação são reduzidos consideravelmente.

4 – Invista em bons produto

A maioria dos itens de maquiagem para os olhos contém substâncias que evitam a proliferação de bactérias. Produtos de qualidade inferior, entretanto, não têm esse tipo de garantia e contribuem bastante para o surgimento de problemas oculares.

5 – Armazene os produtos adequadamente

Itens de maquiagem devem ser guardados em locais secos, arejados e longe do sol. Portanto, deixar maquiagem no banheiro expõe os produtos a variações de temperatura e umidade, além de possibilitar a contaminação por bactérias existentes no local.

6 – Aplique maquiagem somente após colocar as lentes de contato

Usuários de lentes de contato são bem mais suscetíveis a problemas oculares relacionados ao uso de maquiagem. Isto porque alguns produtos podem acidentalmente entrar em contato com a lente e contaminá-la. As lentes de contato devem ser colocadas antes da aplicação da maquiagem e a retirada das mesmas deve ser feita antes de se tirar a maquiagem. Desta forma, evita-se que entrem resíduos entre a lente e a córnea. 

7 – Evite aplicar produtos nas margens das pálpebras

Um problema bem comum ocasionado pelo acúmulo de maquiagem é a blefarite, que consiste em uma inflamação nas pálpebras. Ela é causada pelo acúmulo de maquiagem e obstrução dos poros, que impede a drenagem normal das glândulas palpebrais. As principais consequências são desconforto, inchaço, dores nos olhos e a formação de nódulos (terçol).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s