Está estressado? Use a criatividade a seu favor e saia dessa

A fisiologista Debora Garcia explica como a criatividade pode ser uma grande aliada para superar este período de tensão e estresse em todo o mundo.

Não é segredo para ninguém que os últimos tempos têm provocado uma onda de estresse bem intensa nas pessoas. Afinal, o isolamento social, o distanciamento físico, a falta de movimento e os poucos momentos de lazer externos podem desencadear fatores estressantes e abalar a saúde mental de qualquer um.

Diante de uma situação tão incômoda, é inevitável que a pessoa fique estressada, o que a fisiologista Débora Garcia mostra que pode afetar sua condição de ser dinâmica: “Creio que em sua primeira fase o estresse até convida a uma certa criatividade, para que possamos superar aquela situação desafiadora, mas já quando atinge um nível crônico ou estados emocionais de desgaste talvez possam interferir mais na nossa capacidade criativa”.

Debora observa que “mesmo porque se estivermos em situações que nos sentimos ameaçados por algo, seja no trabalho, na vida pessoal, nosso cérebro também vai entrar naquela resposta base de luta ou fuga, nos colocando em um estado de alerta que acredito não ser o melhor para nossas ideias fluírem”. Ela lembra que, segundo uma pesquisa científica, estar feliz promove a criatividade, “assim como a meditação que também promove um estado ‘mais relaxado’ emocionalmente e também favorece essa originalidade”.

Muitas pessoas veem a criatividade como um “dom” para poucos. No entanto, Débora acredita que ela qualquer um pode tê-la, basta observar alguns sinais desde o início da vida: “A meu ver, ter espaço para viver experiências, divagar sem ser julgado ou sofrer bullying simplesmente por ter uma ideia diferente, são maneiras de favorecerem a criatividade desde a infância. Acredito também que podemos ser críticos demais conosco, ou inseguros e não darmos espaço nem para uma nova ideia florescer, assim como nossas relações pessoais e profissionais também podem ter um papel que favorece a nossa criatividade ou que nos diz ‘deixa de inventar moda’ a qualquer inventividade que possamos ter”, destaca.

Em tempos tão difíceis, onde a tensão e o medo podem barrar a criatividade, Débora Garcia lembra que existem saídas para vencer este bloqueio. São elas: “Focar em assuntos referentes aos seus interesses é, com certeza, importante, mas acredito que o ‘desligar’ é essencial. Não é uma regra, mas é bem comum termos uma ideia criativa quando estamos lavando louça, tomando banho ou logo após acordar. Por isso deixar a nossa mente divagar ou permitir um estado relaxado nossa mente pode ‘trazer as respostas às nossas perguntas’. Por isso se desligar um pouco dos assuntos que mais temos contato, buscando ‘beber de outras fontes’, assistir outros estilos de filmes, ler diversos assuntos e se desligar momentaneamente da obrigação de criar, higienizar a mente, fazendo outras coisas como cozinhar, fazer uma caminha ou uma aula online de um tema que nunca fez podem ajudar”, completa a fisiologista.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s