Teatro: Turminha da Coleta é encenada em dois formatos pelo projeto ReColhaArte

Surge no Ceará, o projeto artístico e sociocultural educativo chamado “ReColhaArte”, que traz à cena, o espetáculo teatral infantil “Turminha da Coleta” com texto de Drycca Freitas, direção de Sidney Malveira, e atuação dos atores Lua Ramos, Patrick Castro e Robinson Aragão.

Agraciado com o Edital Aldir Blanc 2021 – Inciso III/Fortaleza, o projeto “ReColhaArte” oferece para o público infantil e suas famílias, uma programação gratuita de exibição da “Turminha da Coleta” nos formatos presencial e virtual.

De maneira lúdica e divertida, a peça contribui para a educação ambiental das crianças, suas famílias e escolas, no que diz respeito à importância da reciclagem para sustentabilidade e equilíbrio do meio ambiente do planeta.

O ReColhaArte inicia-se com uma pergunta simples e complexa. O que seria do Homem sem o aporte da Natureza? É da natureza que é tirada para a subsistência, o ar, a água, alimentos, além de materiais para a criação de tudo que rodeia as pessoas. Tudo é colocado em abundância pela “Mãe Natureza” e o que os seres humanos dispõem como devolução?

Com mais de 200 milhões de habitantes, o Brasil é tido como um dos países que mais gera resíduos sólidos. Em seu último relatório sobre o assunto, a Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe), afirmou que 29,5 milhões de toneladas de resíduos, 40,5% do total coletado foram despejados inadequadamente em lixões.

Motivado pela possibilidade de compartilhar com o maior número de espectadores, os conhecimentos quanto ao papel de cada ser humano para a sustentabilidade e proteção da natureza, é assim que se apresenta a “Turminha da Coleta”.

O espetáculo traz à tona a necessidade urgente de mudança de hábitos como um investimento no futuro das pessoas, para a construção de uma sociedade mais ética, responsável e comprometida com a Paz Ambiental. 

Fomentado com recursos da Lei Aldir Blanc 14.017/2020 e suas alterações, por meio da Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza, o projeto “ReColhaArte” contempla sessões da “Turminha da Coleta” em Associações/ONGs/Instituições que desenvolvem trabalhos com atendimento para crianças carentes em bairros com elevado índice de vulnerabilidade social, conforme o IDH.

A Criação

Quanto à criação, Drycca Freitas revelou: “escrevi esse texto há quase 20 anos, quando viajei para São Paulo e conheci o Condomínio Universitário dos Alunos da Unicamp, em Barão Geraldo, onde eu fiquei hospedada por alguns dias enquanto fazia um curso de teatro. A experiência que vivenciei lá foi incrível!”.

A autora explicou: “o trato que os alunos/ moradores tinham com o “lixo” era diferente. Eles separavam tudo, limpavam, organizavam, era primorosa a consciência ambiental que tinha sido desenvolvida lá. Então, quando eu voltei pra Fortaleza, desenvolvi o texto trazendo a percepção dos objetos, de como eles se sentiam quando eram descartados de qualquer jeito, misturado, sujo”…

E o que Drycca fez pra humanizar os personagens? “Lhes dei sentimentos, emoções e os nomes dos meus alunos na época. Eu espero que as crianças se divirtam com esses personagens pra lá de especiais. E que cada um de nós possa ter o mesmo carinho e atenção com as embalagens, igual quando escolhemos nas prateleiras e vitrine. E, consigamos nos reeducar destinando cada resíduo para o lugar certo, para que possa ser reciclado, reaproveitado”, pontuou.

A autora do texto ainda mencionou: “isso seria como se pudéssemos dizer a Natureza… Gratidão por nos dar em abundância, tudo que precisamos para viver”.

A Montagem

Sidney Malveira procurou mesclar o teatro tradicional com o teatro de bonecos, num diálogo lúdico e encantador entre o personagem humano Lixudú interpretado por Patrick Castro e os personagens Papeflinho, Plastiane, Vidrolú, Açolino e Cascananda. Tudo isso em forma de bonecos, interpretados por Lua Ramos e Robinson Aragão, que trazem para as crianças, um jogo de encenação dinâmico e divertido.

Sinopse

Ensinar as pessoas a cuidar da natureza é a missão especial da “Turminha da Coleta”, que faz perguntas do tipo… Será que você sabe o que é lixo? E resíduos já ouviu falar”. É a partir daí que as pessoas passam a entender o que é e o que não é lixo! 

Papelinho, Plastiane, Vidrolú, Açolino e Cascananda são os personagens que entram em cena para contarem as suas histórias e como se sentem quando são descartados de qualquer maneira pelos seres humanos.

“A Turminha da Coleta” é um espetáculo que ajuda os espectadores a desenvolverem a empatia, como também, ganhar mais conhecimento, ajudar a cuidar da natureza e colaborar para a construção da Paz Ambiental.

A Programação

Presencial / Gratuita

>Dia 05/03 às 15h, na Casa da Caridade, no Bairro Jangurussu.

>Dia 06/03 às 17h, na Associação dos Moradores do Bairro da Serrinha – Amorbase.

>Dia 07/03 às 15h, no Espaço Cultural Pracinha da Cultura, no Bairro Ancuri.

Virtual / Gratuita

>Dia 11/03 às 18h30, no Canal Palco de Paz, no YouTube. Essa sessão voltada para o público infantil em geral, conta com acessibilidade (Libras), além de ser disponibilizado um link para os alunos do Instituto de Ensino para os Surdos/Ensurdecidos de Fortaleza. 

*Ficha Técnica

Texto: Drycca Freitas

Direção: Sidney Malveira

Elenco: Lua Ramos

            Patrick Castro

            Robinson Aragão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s