Cinema: Uma Pitada de Sorte

Acaba de chegar aos cinemas a nova comédia romântica de Fabiana Karla, Uma Pitada de Sorte, que conta a história de Pérola que é uma animadora de festa infantil, mas sonha em se tornar uma chef renomada. Ela é uma mulher extrovertida e trabalha duas jornadas, uma como animadora de festas infantis na empresa de sua mãe Gina (Jandira Martini) e outro como assistente em um restaurante na Zona Sul do Rio de Janeiro, mas que despreza seu trabalho. Ela só não saiu ainda para realizar o sonho por conta de querer agradar sua mãe e família. Sonhando em ter seu próprio negócio de culinária, sua “pitada de sorte” vem quando é aprovada para ser auxiliar de um famoso chef em um programa de televisão, Diego (Ivan Espeche), que além de famoso e bem-sucedido, o homem argentino é extremamente bonito (e sedutor), o que deixa o trabalho mais leve. Pérola também conta com a ajuda do irmão, Fred (JP Rufino), e do melhor amigo, Lugão (Mouhamed Harfouch), que esconde sua paixão por ela.

Crítica

A produção dirigida por Pedro Antônio Paes (Um Tio Quase Perfeito) é simples e tem como objetivo claro, falar sobre superação e família. Além, de procurar mostrar que os humilhados podem ser exaltados pelo seu talento, através de situações enfrentadas pela protagonista, onde facilmente o espectador conseguir se identificar, este é um grande acerto do filme. Porém, apesar da ideia ser boa, o longa tem vários problemas de roteiro em seu desenvolvimento. O primeiro deles é a construção da história, que começa bem através de uma narração em off bastante dinâmica e interessante, mas depois some completamente.

Em Uma Pitada de Sorte mostra uma Fabiana Karla está bem diferente dos filmes anteriores, sem exageros e caricaturas, pois o objetivo é trabalhar com a comédia de situações e não com o humor baseado no exagero. Ironicamente, a história acaba exagerando em algumas coisas e o tom fica acima.

Outro problema é o ritmo, isso fica evidente através da mudança brusca de comportamento de alguns personagens. Temos um início arrastado e no final, problemas sendo resolvidos facilmente. Falta consistência na história. Com um roteiro previsível, temos a sensação de está vendo “mais do mesmo”. Porém, isso é quebrado pelas ótimas atuações do restante do elenco, que reúne nomes como Regiane Alves, JP Rufino, Flávia Reis, Pablo Sanabio e Pedroca Monteiro.

Outro ponto positivo, é que Uma Pitada de Sorte foi muito bem filmado e editado, além de ter uma fotografia belíssima! Toda a parte técnica do filme está excelente, o que ameniza os problemas de roteiro.

Para finalizar, Uma Pitada de Sorte é uma comédia nacional que trata sonhos, com um elenco super carismático e uma Fabiana Karla entregando mais uma boa atuação como protagonista. O resultado é um filme alegre, divertido e bem feito para vê com toda a família nas salas de cinema!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s