Janeiro Branco: a importância de cuidar da saúde mental

No começo do ano, as pessoas procuram fazer planos, buscar novas metas, atrelar os desafios ao recomeço. É o momento em que os votos de paz, prosperidade e sucesso se renovam.

Atrelado a este sentimento de renovação e boas novas, a campanha janeiro branco traz a importância de falarmos sobre saúde mental.

De acordo com a psicanalista e vice-presidente do Instituto Revoar, Elaine de Tomy, é fundamental discutir o tema, visto que estamos numa crescente em número de pessoas com adoecimento emocional. “As pessoas que passam por dificuldades emocionais muitas vezes ficam isoladas e ficam sem perspectiva, sem saber por onde começar para mudar a situação que, por vezes, se assemelham a uma prisão mental. É preciso que amigos e familiares estejam presentes, além de ser essencial que falemos sobre esse assunto todos os meses do ano”, afirma.

A especialista destaca que a campanha deve abranger os vários públicos, não somente a atendimentos terapêuticos, mas também profissionais liberais, empresas, escolas e faculdades. “Imagine uma organização com 60 colaboradores. O gestor pode reuni-los colaboradores e realizar uma palestra ou roda de conversa sobre a conscientização do tema no ambiente de trabalho”, comenta.

Em todo o mundo, estima-se que mais de 300 milhões de pessoas, de todas as idades, sofram de depressão. Esse transtorno é a principal causa de incapacidade em todo o mundo e contribui de forma importante para a carga global de doenças. No Janeiro Branco, vamos propagar a conscientização das pessoas sobre os benefícios de ter uma saúde mental equilibrada”, conclui.

Orientações:

Cada um pode buscar mecanismos e cuidar da própria saúde mental. Mas para quem não sabe por onde começar, Elaine de Tomy destaca algumas direções. “Que tal iniciar o ano fechando ciclos? Conclua aqueles que não te fazem bem e se prepare para os novos que irão começar neste ano. São 12 meses disponíveis para novas iniciativas.  Se proponha para uma vida mais saudável, treino e boa alimentação”, pontua.  Ela também cita a questão da busca por ajuda. “Se você por muito tempo deixou de falar sobre os medos e dificuldades que passa na sua vida, não sinta vergonha. Busque um profissional que certamente vai te ajudar”, finaliza.

Sobre o Instituto Revoar

O Instituto Revoar, braço social da Rede Memorial Fortaleza. Revoar vem do significado tornar a voar, voltar voando, que é associado a leveza e descoberta, e simbolicamente, ajuda as pessoas a se renovarem e se reconectar com o mundo novamente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s